quarta-feira, 1 de junho de 2016

Bocaiuva/MG - Vereador e ex-diretor de instituto de previdência são presos em Bocaiuva


Segundo a Polícia Civil, eles fraudavam licitações do transporte escolar.
Em celular apreendido havia mensagem com combinação de preços.
Michelly Oda
Do G1 Grande Minas

ASSISTA AQUI A REPORTAGEM

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (31) o vereador de Bocaiuva (MG), Isaías Alves, e Jeferson Ribeiro Lima, ex-diretor do Instituto de Previdência Social do município por fraude em licitações do transporte escolar. De acordo com o delegado Leonardo Diniz, em um celular apreendido pelos investigadores havia várias mensagens dos dois combinando os valores dos serviços que seriam prestados e dizendo que haveria retaliações caso não ganhassem os processos.
Bocaiuva/MG - Vereador e ex-diretor de instituto de previdência são presos em Bocaiuva

“Em 2 de fevereiro fizemos várias prisões em flagrante de pessoas que combinavam os preços do processo licitatório de transporte escolar, continuamos a investigar e descobrimos que por trás destas pessoas, usadas como laranjas, estavam o Jeferson e o Isaías”, explica Diniz. Eles tinham oito ônibus, mas não trabalham juntos.

O delegado diz que a combinação de preços objetivava que os dois fornecessem o transporte, que era visto por eles como uma atividade altamente lucrativa. “Em algumas linhas, 193 quilômetros chegam a ser rodados, com preço médio de R$ 3. Eles agem juntos desde 2014”, fala.

Jeferson, que foi preso quando saía de um shopping de Montes Claros (MG), e Isaías, detido quando chegava em casa em Bocaiuva,  foram denunciados por fraude em licitação e falsidade ideológica. Outras nove pessoas também foram denunciadas, mas foi pedida prisão preventiva dos dois porque eles estavam ameaçando e coagindo testemunhas. 

“Eles se mobilizaram para que uma pessoa que fez delação premiada voltasse atrás no depoimento, além disso, se ofereceram para pagar um advogado para essa pessoa”, diz Leonardo Diniz.
Os dois denunciados foram trazidos para fazer exame de corpo de delito em Montes Claros e já estão no presídio de Bocaiuva. Como Jeferson é advogado, o presidente da Ordem dos Advogados o Brasil do município acompanhou o procedimento.

Em relação às operações realizadas recentemente e que demonstraram envolvimento de agentes públicos em outras fraudes o delegado enfatiza, “há pessoas organizadas com o objetivo de lesar o erário do município, mas com o apoio do Ministério Público, do Poder Judiciário e da Polícia Militar nós vamos combater e punir quem tem essa conduta”, finaliza Leonardo Diniz.

Assine aqui gratuitamente o BLOG PREVIDÊNCIA JÁ e receba às atualizações por Email


Print Friendly and PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga o Blog Previdência Já no Facebook

Seguir por email