sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Rio Grande do Sul: Governo do RS espera equilíbrio financeiro com novo regime de previdência

Rio Grande do Sul: Governo do RS espera equilíbrio financeiro com novo regime de previdência

O novo regime de previdência do Estado deverá trazer um equilíbrio financeiro em poucas décadas. A afirmação é do secretário-adjunto da Casa Civil e conselheiro da RS Prev. Em entrevista ao Gaúcha Atualidade, José Guilherme Kliemann explicou que o retorno financeiro, a partir da inatividade dos servidores de todos os poderes, dependerá do tamanho da contribuição escolhida.

Kliemann ainda diz que a taxa de administração será a menor disponível no mercado. Além disso, o servidor poderá migrar planos de aposentadoria que já têm contratado ou pode transferi-lo, por exemplo, se passar em um concurso federal.

O plano privado vale desde sexta-feira (19) e apenas para novos servidores. Quem for nomeado com salário superior ao teto do INSS terá desconto de 13,25% apenas em cima do valor máximo de R$ 5.189,82. Para se aposentar com um valor mais alto, será preciso pagar essa previdência complementar. Os descontos variam de 4 a 7,5% do salário.

O Fundo que vai gerir esse plano complementar será autônomo, o RS Prev, e não estará vinculado diretamente ao IPE. Para os servidores atuais, nada muda, embora haja a possibilidade de adesão.

O site do RSPREV será lançado nos próximos dias. Nele haverá simuladores, que permitirão verificar prazos para começar a receber a complementação salarial e quais investimentos necessitam ser feitos.

OUÇA  O José Guilherme Kliemann, secretario adjunto da Casa Civil e conselheiro da RS Prev - 25/08/2016 de Podcast da Radio Gaucha via #soundcloud

Assine aqui gratuitamente o BLOG PREVIDÊNCIA JÁ e receba às atualizações por Email

Print Friendly and PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga o Blog Previdência Já no Facebook

Seguir por email